Vizinho mata criança porque mãe não a deixava brincar com seu enteado

Após quatro dias de buscas incessantes, a Polícia Civil de São Paulo encontrou o corpo da menina Emanuelle Pestana de Castro, de 8 anos, que estava desaparecida desde a última sexta-feira (10). Um vizinho da família da garota, Agnaldo Guilherme Assunção, de 49 anos, confessou o crime e afirmou que matou a menina por vingança. 
Reprodução.
De acordo com o portal Metrópoles, Agnaldo Guilherme disse, em depoimento, que a mãe de Emanuelle não deixava a menina brincar com o enteado de Agnaldo e, por isso, resolveu matar a criança.
Emanuelle estava desaparecida desde a última sexta-feira (10), após ser vista pela última vez enquanto brincava em uma praça na cidade de Chavantes, em São Paulo. A menina foi encontrada morta na noite dessa segunda-feira (13), na Fazenda Santana Nova.
O corpo de Emanuelle foi encontrado depois de Agnaldo ser interrogado e confessar o crime. O suspeito revelou que matou a garota a facadas e indicou onde havia deixado o cadáver.
O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), e exame de corpo de delito deve apontar a causa da morte e se houve abuso sexual.
Câmeras de segurança registraram a garota sentada em um banco momentos antes de sumir. Assista:
(Com informações do portal Metrópoles)
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: