» » Geraldo Alckmin diz que não quer presidir o PSDB

Um dia depois de ser aclamado por correligionários na convenção estadual do PSDB e apontado como o nome que pode unir o partido, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, refutou que seja candidato à presidência do PSDB. Ele argumentou que há outros “ótimos nomes” que podem ser avaliados caso não haja convergência para um dos dois postulantes ao posto, o senador Tasso Jereissati (CE) e o governador Marconi Perillo (GO).

“Não pretendo ser candidato à presidência do partido. Temos dois nomes disputando e temos ótimos nomes que também podem ser avaliados. Mas está é uma questão que cabe ao partido”, disse o governador em evento ontem. No evento de domingo do PSDB, aliados defenderam o seu nome como “solução pacificadora” para a presidência do PSDB e ele mesmo não descartou a possibilidade. “Vamos aguardar. Essa é uma decisão coletiva do Brasil inteiro”, disse a jornalistas no domingo.

Questionado sobre se o arco de alianças que pretende construir para 2018 pode ficar sem o PMDB, Alckmin disse apenas que o partido deve buscar agremiações sem candidatura posta, o que deve acontecer após fevereiro. “Nós só podemos fazer aliança com quem não tenha candidato. Aqueles que não tiverem candidato próprio e que pudermos fazer aliança em torno de programa, esse é o caminho”.

(Agência Estado)

Sobre Ivanildo Souza

Ivanildo Souza falará em breve algo pra você, aguarde!
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

ANUNCIE AQUI ! ACREDITEM NO CRESCIMENTO DE POTENGI!