Janot pede prisão de Joesley, Saud e ex-procurador, diz jornal


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu nesta sexta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do empresário Joesley Batista, dono da J&F, do diretor da empresa Ricardo Saud e do ex-procurador Marcello Miller. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Os pedidos precisam ser analisados pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF.

Em conversa entregue pela própria defesa da JBS, Joesley e Saud conversam sobre a suposta interferência de Miller para ajudar nas tratativas de delação premiada.
O ex-procurador ainda fazia parte do Ministério Público quando começou a conversar com os executivos.

Na segunda-feira, Janot abriu um procedimento de revisão do acordo de delação. Ele vai pedir a revogação do benefício de imunidade penal concedido aos delatores.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: