Em Araripe a polícia prende homem acusado de manter e agredir esposa em cárcere com fome há cinco dias juntamente com dois filhos do casal

Uma situação de causar revolta foi descoberta na manhã desta sexta-feira no município de Araripe na região do Cariri motivada pela estupidez de um homem. Ele mantinha a esposa e os filhos em cárcere privado, além de agredir, ameaçar de morte e sonegar alimentos para a companheira que estava há cinco dias sem comer. Tão logo a polícia foi avisada, uma patrulha comandada pelo Sargento Bento com o apoio do Cabo R. Costa e o Soldado Rafael foi ao Sítio Baixa Fria na zona rural de Araripe.

No local, os PMs prenderam o jovem Luiz da Silva Gomes, de 24 anos, apelidado por “Gambá”, que ainda tentou fugir por um matagal ao ver a chegada da polícia com a intenção de combater o crime de violência doméstica. Ele foi perseguido e preso quando os militares resgataram a jovem Lucia Barbosa da Silva, de 19 anos, do cárcere privado juntamente com os dois filhos do casal de 1 e 3 anos.

Na conversa com os policiais a vítima confirmou que vivia trancada com as crianças, sendo costumeiramente agredida e proibida de sair do imóvel para ter contatos com qualquer pessoa. O mais grave é que estava há cinco dias sem se alimentar e até chorou com fome quando os PMs juntaram o dinheiro que tinham no bolso e compraram alimentos para Lúcia, enquanto o Delegado de Polícia Civil, Jonas Hélder de Farias Lopes, participou da “vaquinha” garantindo leite para as crianças.

O relato da jovem é entristecedor ao comentar que, desde o início da relação com “Gambá”, apanhava dele no que remete há algo em torno de cinco anos já que passou a viver com o mesmo quando tinha apenas 14 anos. O acusado nada comentou com os policiais e, na delegacia, teria dito apenas que era casado com ela e podia fazer o que entendesse. “Gambá” foi autuado em flagrante e vai responder por crimes de cárcere privado, ameaça e lesão corporal combinados com a Lei Maria da Penha.


Texto com informações: Demontier Tenório, miseria.com.br
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: