Prisões do Ceará estão entre as mais superlotadas do Brasil


A superlotação prisional no Ceará é a quinta maior do País. Com 12.972 vagas nas prisões, o Estado tem 29 mil presos - o número é 124% acima da capacidade. Isso é o que mostra um levantamento do Monitor da Violência, uma parceria do site G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta sexta-feira, 26.
Um ano após uma ligeira queda na superlotação, os presídios brasileiros voltaram a registrar um crescimento populacional sem que as novas vagas dessem conta desse contingente. O percentual de presos provisórios também voltou a crescer. Em 2018, a superlotação cearense estava 80 % acima da capacidade, eram 23.591 presos para 13.072 vagas.

Pernambuco é o estado com penitenciárias mais superlotadas, estando 178% acima da sua capacidade prisional. Em seguida estão Roraima, Amazonas, Distrito Federal e Ceará. Na extremidade inversa da lista está o Paraná, com superlotação de 15%.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: