Cearense de 14 anos quer ser jornalista, faz pedido na internet e realiza sonho


Samuel havia ganhado uma pequena câmera, que acabou caindona água e parou de funcionar. 
FOTO: Wandenberg BelémSamuel Alves, 14 anos, mora em uma vila localizada no município de Orós, distante 341 quilômetros da capital cearense, a vila Guassussê.

Lá, o rapaz que sonha em se tornar repórter, mantém um portal de notícias e um canal na plataforma de vídeos YouTube. Ele nem mesmo começou a faculdade de Jornalismo, mas já começou a exercer o ofício de uma forma bem experimental.   O principal equipamento do adolescente é o celular. “Tudo que acontece na região coloco no blog, às vezes faço transmissão ao vivo, o programa Hora da Notícia”, explica.

O estúdio é improvisado em um dos quartos da casa simples, sem reboco na parede. Samuel sai pregando folhas brancas na parede para fazer suas gravações. Usa a cadeira como suporte. “O negócio dele é jornalismo”, confirma a avó, Francisca Alves, que tem Samuel como um filho. “Ele ganhou antes uma camerazinha e um microfone, mas esta câmera acabou sofrendo um acidente. Caiu na água e parou de funcionar”, lembra a avó. 

O sonho vem desde a infância. “Desde os cinco anos de idade eu já brincava de ser repórter. Assistia sempre ao Jornal Nacional. Este é o meu sonho”, ressalta Samuel Alves. Hoje,  mantém um blog e um canal no YouTube que leva o nome da comunidade onde vive.  Quando não está na escola, o menino ganha as ruas, munido de papel, caneta e do seu principal instrumento de trabalho: o celular. Ele registra tudo, desde eventos sociais até os principais problemas da comunidade.

A realidade não é simples para o aprendiz de jornalista. Mas, ele não se deixa abater. Segue em busca de sempre mais e, recentemente, publicou um pedido especial: uma câmera fotográfica. Nas redes sociais, os feitos e necessidades de Samuel ganharam evidência. Algumas pessoas criticaram, deboracharam. Mas também houve quem apoiou e até presenteou o adolescente com a tão esperada câmera.

A fotógrafa natália Freitas, de Campinas (SP), viu o pedido e resolveu apoiá-lo. “Samuel, sou fotógrafa. Tenho uma câmera dessa para te dar de presente”. A câmera que Natália prometeu já chegou na casa de Samuel na sexta-feira (26). “Estou emocionada de mudar a vida de alguém. Acredito que neste mundo a gente tem que fazer a diferença na vida das pessoas”, confidenciou Natália em um vídeo em que postou nas redes sociais.

“Falei pra ele não desistir do sonho dele nunca. Vou dar uma câmera que me fez conquistar muitas coisas na minha vida”, conclui a fotógrafa. 

O jovem gravou um vídeo no canal em que mantém na plataforma de vídeos abrindo a caixa com o equipamento. “Quero agradecer a Natália. Madrinha, um beijo, agradeço bastante”, ressaltou Samuel ao finalizar o vídeo. 


O cearense foi convidado para participar de um congresso voltado à comunicação em Recife (PE). “Entraram em contato comigo e solicitaram a presença dele. Pediram para ele ir e falar do projeto dele. Vai ser bom para ele. Vai conseguir mais ajuda e assim realizar o sonho dele”, aponta Jordão Freire, morador da vila e um apoiador do adolescente.

Além da câmera, Samuel também vai ganhar um estúdio, que está sendo construído no alpendre da casa. Em seu canal, o jovem está fazendo um diário para acompanhar a construção, já com a câmera que ganhou de Natália.    

(Diário do Nordeste)


CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: