Mesmo sem apoio de Ciro, Haddad herda votos e vence nos 184 municípios do Ceará


O candidato do PT a presidente da República, Fernando Haddad (PT), teve ampla maioria dos votos no Ceará contra o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Com 99% das urnas apuradas, Haddad soma 71,02% dos votos e Bolsonaro, 28,98%.

Ao contrário de sua popularidade na maior parte do país, o novo presidente da República não foi o líder de votos em nenhum dos 184 municípios cearenses, repetindo o resultado do 1° turno.

O melhor desempenho do militar foi na capital, Fortaleza, com 44,39%; e nas cidades de Morrinhos (42,57%) e Marco (40,11%), na região Norte.

No total, Haddad conquistou 3.402.710 dos votos válidos. Bolsonaro obteve 1.383.919. Entre os cearenses, 78.114 eleitores votaram em branco, e 287.827 votaram nulo.
Ciro x Haddad
No 1° turno, o Ceará ficou dividido entre Ciro Gomes (PDT), terceiro colocado, e Fernando Haddad. Cada candidato ganhou em 92 municípios. Apesar da expectativa do PT de receber apoio do pedetista no 2° turno, Ciro embarcou para a Europa e não declarou voto em Haddad ao retornar às vésperas do pleito.

Em Sobral, berço político de Ciro, Haddad havia sido o 3° colocado no primeiro turno, com 17.663 votos. O petista, no entanto, subiu para 68.502 votos no 2° turno. Bolsonaro, segundo colocado, saiu de 22.714 votos para 33.492 votos no resultado final.

Durante a campanha, o irmão de Ciro, o senador eleito Cid Gomes (PDT), protagonizou episódio emblemático contra o petista. Ele disse ser “bem feito o PT perder a eleição” e cobrou mea culpa do partido. Os ataques aconteceram em evento pró-Haddad em Fortaleza, foram usados pela campanha de Bolsonaro e causaram desgastes na relação entre PT e PDT no Estado.

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: