Governo decreta situação de emergência em 41 cidades devido à seca. Potengi não aparece na lista


O Governo do Estado do Ceará reconheceu situação de emergência em Fortaleza e outros 40 municípios cearenses devido à baixa quantidade de chuva e a elevadas temperaturas, "comprometendo o armazenamento de água, causando sérios problemas ao abastecimento, inclusive para o consumo humano e animal, desde o ano de 2012, reduzindo o padrão de qualidade de vida da população".

O decreto de emergência foi publicado no Diário Oficial do Estado do Ceará desta segunda-feira (18). Uma das justificativas com o decreto é "combater e minimizar os efeitos das situações de anormalidade".

O decreto inclui "áreas comprovadamente afetadas pela seca", incluídas no Formulário de Informações do Desastre (FIDE) registrado no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres pelos Municípios relacionados. (Confira a lista de cidades abaixo.)

Com o decreto, há a solicitação de apoio do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil no Ceará, para prestar apoio aos municípios afetados, sob coordenação da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil. O município de Acopiara, um dos mais afetados pela seca continua fora da relação de municípios em situação de emergência.

Cidades do Ceará em situação de emergência:

  1. Alcântaras
  2. Amontada
  3. Apuiarés
  4. Aquiraz
  5. Ararendá
  6. Assaré
  7. Aurora
  8. Baixio
  9. Brejo Santo
  10. Caririaçu
  11. Catarina
  12. Cedro
  13. Chaval
  14. Eusébio
  15. Forquilha
  16. Fortaleza
  17. Horizonte
  18. Ibaretama
  19. Icapuí
  20. Irauçuba
  21. Ipaporanga
  22. Itaitinga
  23. Itapajé
  24. Jaguaribara
  25. Jaguaruana
  26. Madalena
  27. Maracanaú
  28. Maranguape
  29. Missão Velha
  30. Nova Olinda
  31. Pacajus
  32. Parambu
  33. Paramoti
  34. Porteiras
  35. Salitre
  36. Santana do Acaraú
  37. São Gonçalo do Amarante
  38. São João do Jaguaribe
  39. Umari
  40. Uruoca
  41. Várzea Alegre
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: