Moro pede ao STF para que seja divulgado na íntegra vídeo de Bolsonaro

Nesta quarta-feira (13), foi protocolado no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro, uma manifestação em que pede a divulgação da íntegra do vídeo da reunião ministerial com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) ocorrida no dia 22 de abril. Segundo ele, nas imagens, há declarações constrangedores de participantes do evento.

“A reivindicação pela publicidade total da gravação trará à luz inquietantes declarações de tom autoritário inviáveis de permanecerem nas sombras”, destacou a defesa do ex-ministro na petição.

 | Foto: MJSP

A defesa prosseguiu argumentando: “De todo modo, esta circunstância não é suficiente para salvaguardar o sigilo de declarações que se constituem em ato próprio da Administração Pública, inclusive por não ter sido levado a efeito em ambiente privado”.

O ministro Celso de Mello deu prazo de 48h para Moro, a Advocacia-geral da União (AGU) e a Procuradoria-geral da República (PGR) se manifestarem sobre a possibilidade de divulgação integral do conteúdo, após receber as gravações. O ex-ministro foi o primeiro a responder o magistrado.

Com informações de Metrópoles


CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: