Após deixar hospital, primeiro-ministro britânico agradece sistema de saúde público

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, deixou o hospital neste domingo (12) e agradeceu ao Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês) por salvar sua vida enquanto lutava contra o coronavírus.
Johnson, de 55 anos, foi levado ao Hospital St Thomas, no centro de Londres, em 5 de abril, sofrendo de sintomas persistentes do Covid-19. Em 6 de abril, ele foi transferido para a unidade de terapia intensiva (UTI), onde permaneceu até 9 de abril.

"Hoje deixei o hospital depois de uma semana em que o NHS salvou minha vida, sem dúvidas", afirmou ele em uma mensagem de vídeo de cinco minutos postada no Twitter a partir da Downing Street, onde funciona o escritório e a residência do premiê.
It is hard to find the words to express my debt to the NHS for saving my life.

The efforts of millions of people across this country to stay home are worth it. Together we will overcome this challenge, as we have overcome so many challenges in the past.
86,5 mil pessoas estão falando sobre isso

Neste domingo, o número oficial de mortos no Reino Unido pelo coronavírus passou de 10.000.
 ( com informação da CNN )

CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: