Primeiras chuvas de 2020, de mais de 100 mm, animam agricultores no Ceará


A mudança de ano trouxe, também, um novo ânimo ao sertanejo que depende da água para sobreviver. Os dois primeiros dias deste ano foram marcados pelos altos volumes de chuva no Ceará. 166 cidades já foram banhadas pela chuvas nos dois primeiros dias do ano.

Três cidades ultrapassaram a marca dos 100 mm: Farias Brito (122 mm), Aracati (107.8 mm) e Umari (106.6 mm). Essas atividades pluviométricas decorrem, segundo especialistas da Funceme, da atuação de um sistema meteorológico comum nesta época do ano. “Tivemos atuação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) que foi favorecido por uma boa quantidade de umidade na atmosfera, formando nuvens de chuva”, explicou o meteorologista Raul Fritz.

Para o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) o prognóstico, até março, é de “possibilidade de ocorrência de chuva um pouco acima da média no Sul do Estado”. O cenário de boas precipitações é corroborado por meteorologistas do Climatempo. De acordo com o especialista Filipe Pungirum, a previsão para “janeiro e fevereiro é de bastante chuva”.

Para o bom aproveitamento dessas chuvas, diversos programas de assistência ao agricultor aceleraram a execução de suas ações. O “Hora de Plantar”, de gerência estadual, antecipou em um mês a entrega de sementes, prevista, inicialmente, para acontecer em janeiro. A edição deste ano vai beneficiar 154 mil agricultores.


Diário do Nordeste


CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: