Cartilha gratuita informa e ajuda na prevenção do suicídio; conheça!

Uma das principais mensagens transmitidas pela campanha do Setembro Amarelo é que a informação e o conhecimento sobre a depressão é uma poderosa arma contra o agravamento da doença e contra situações que levem ao suicídio. Por isso, Associação Brasileira de Psiquiatria possui uma cartilha que versa unicamente sobre o tema. 

A publicação se chama “Suicídio: Informando para prevenir” e está disponível gratuitamente na página do Centro de Valorização da Vida. Ela aborda tópicos como “Fatores de risco e de proteção: como identificar o paciente suicida?” e “Mitos sobre o comportamento suicida”. 
LOCAIS PARA AUXÍLIO PROFISSIONAL
Amigos ou parentes de uma pessoa que apresenta os sintomas da depressão devem sempre acompanhar o paciente durante todo o processo até que ele consiga ajuda profissional. 
Um dos principais canais de comunicação para a prevenção do suicídio é o Centro de Valorização da Vida (CVV), que realiza apoio emocional, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat. O serviço funciona durante 24 horas, todos os dias. O número para falar com o serviço é o 188. 
Além do CVV, o paciente, familiares e amigos podem buscar auxílio gratuito nos Centros de Apoio Psicossocial (Caps). Nesses espaços, como explica a psicóloga, o paciente “terá à disposição todos os profissionais - psiquiatra, psicólogo terapeuta ocupacional, enfermeiro, assistente social, dentre outros”.
De acordo com a Agência Belém, existem nove CAPS na capital paraense, sendo que cinco são de gestão estadual e quatro de gestão municipal. Os do município são a Casa de Saúde Mental da Criança e do Adolescente (CAPSI), a Casa de Saúde Mental do Adulto, a Casa Mental Álcool e Drogas e a Casa Mental Mosqueiro. 
Veja os endereços dos CAPS municipais:
Casa de Saúde Mental da Criança e do Adolescente (CAPSI) - Avenida Duque de Caxias, 945- Marco. 
Casa de Saúde Mental do Adulto - Avenida José Bonifácio, 930- São Brás. 
Casa Mental Álcool e Drogas - Avenida Gov. José Malcher, 1457 - Nazaré.
Casa Mental Mosqueiro - Rua 15 de Novembro, 551 Vila- Mosqueiro. 
Já o Governo do Estado oferece, em Belém, atendimento em centros de apoio em bairros como Marambaia, Marco, Cremação e Pedreira. A lista dos locais pode ser acessada no site do Secretaria de Estado de Saúde. 
(DOL)
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: