Vale é multada em R$ 250 milhões pela tragédia de Brumadinho (MG)

ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou neste sábado (26) que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multou a mineradora Vale em R$ 250 milhões em razão do rompimento de uma barragem com rejeitos de mineração em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo o órgão, os danos ao meio ambiente resultaram até o momento em cinco autos de infração no valor de R$ 50 milhões cada, o máximo previsto na Lei de Crimes Ambientais.
Ainda segundo o Ibama foram aplicados os seguintes artigos:
  • Causar poluição que possa resultar em danos à saúde humana;
  • Tornar área urbana ou rural imprópria para a ocupação humana;
  • Causar poluição hídrica que torne necessária a interrupção do abastecimento de água;
  • Provocar, pela emissão de efluentes ou carregamento de materiais, o perecimento de espécimes da biodiversidade;
  • Lançar rejeitos de mineração em recursos hídricos.
Em Mariana (MG), no maior desastre ambiental do país, em 2015, as multas aplicadas pelo Ibama à mineradora Samarco somaram R$ 345 milhões.
A barragem de Brumadinho rompeu no início da tarde de sexta (25), levando uma enxurrada de lama à região. De acordo com os bombeiros, 11 pessoas morreram e 299 estão desaparecidas.
+ Veja também


CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: