Açude Cedro agoniza e está apenas com 0,75% de seu volume total

Com a chegada do período do inverno a esperança do sertanejo se renova na expectativa de chuvas que sejam capazes de recarregar o volume dos reservatórios e fazer uma boa safra para os agricultores. No entanto, as precipitações chuvosas registradas no Ceará nos primeiros dias de 2019 estão irregulares, o que tem preocupado bastante a população cearense.
De acordo com a Funceme, as chuvas nos meses de fevereiro, março e abril deverão ficar dentro da média histórica. Já os profetas da chuvas que fazem suas previsões a partir de observações feitas na natureza, divergiram quanto ao assunto, mas a maioria disse acreditar que o estado do Ceará será banhado por boas chuvas no ano de 2019.

Em Quixadá, o histórico Açude Cedro, um dos mais antigos reservatórios do país, agoniza e está com apenas 0,75% de seu volume total, segundo dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos – COGEHR. O açude que tem capacidade para receber 126,00 hm³ de água, atualmente conta com apenas 0,95 hm³.

Monólitos Post
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: