Acusado de ataque ao Porta dos Fundos é expulso do PSL

O cusado de participar do ataque à produtora do Porta dos Fundos, Eduardo Fauzi Richard Cerquise foi expulso do PSL carioca nesta segunda-feira. Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral ( TSE), ele era filiado à sigla desde 2001.
Reprodução
Além do PSL, Eduardo Fauzi também era filiado à Frente Integralista Brasileira (FIB). A entidade o expulsou de seus quadros na semana passada.
O ataque à produtora aconteceu na madrugada do dia 24 de dezembro. No dia 30, a Polícia Civil tentou cumprir mandado de prisão contra Fauzi em quatro endereços ligados a ele no Rio de Janeiro, mas ele não foi encontrado. Depois, descobriu-se que o acusado embarcara para a Rússia um dia antes de sua prisão ser decretada.
Resultado de imagem para FAUZI
Já na Rússia, Eduardo Fauzi divulgou um vídeo de pouco mais de sete minutos em que ataca o Porta dos Fundos e utiliza argumentos cristãos para chamar os humoristas de "intolerantes, marginais e bandidos".
"A posição de tolerância, de se vestir pela pele do outro e buscar entender os problemas que o outro passa através da perspectiva dele, é tudo o que os tolerantes do Porta dos Fundos não têm. A tolerância deles é marketing", disse. Ele usa a expressão "anauê", saudação própria dos integralistas, grupo político de extrema direita.
Com informações de Terra 
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: