MEC bloqueia R$ 348 milhões para livros e materiais didáticos

O Ministério da Educação (MEC) bloqueou R$ 348,4 milhões que seriam destinados à produção, aquisição e distribuição de livros e materiais didáticos e pedagógicos. Os cortes vão afetar diretamente a educação básica, que em tese é considerada prioritária pelo ministro Abraham Weintraub. Os dados são do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) e foram divulgados pela ONG Contas Abertas. 
Alunos da educação básica serão a maior vítima caso o contingenciamento se realize | Reprodução
O bloqueio faz parte do novo contingenciamento de R$ 1,44 bilhão anunciado pelo chefe da pasta e pelo presidente Jair Bolsonaro, em julho. No dia do anúncio, o MEC informou que iria bloquear o valor divulgado pela ONG. O corte representa 24,1% do total disponibilizado para a pasta. 
Ainda durante o mês de agosto, o contingenciamento também deverá incluir o bloqueio de R$ 50 milhões para assistência técnica de órgãos internacionais ligados ao MEC, R$ 35 milhões para as avaliações do ensino básico e R$ 9 milhões em bolsas e auxílios do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).
(Com informações do Metrópoles) 
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: