Ceará está sem receber medicamento do Ministério da Saúde para Leucemia



O medicamento Mesilato de Imatinive 400 mg, utilizado no tratamento contra vários tipos de Leucemia, deixou de ser distribuído pela rede estadual de saúde do Ceará há quase um mês. O problema foi denunciado por usuários do Hospital Universitário Walter Cantídio. Atualmente, 380 pacientes do Serviço Único de Saúde (SUS) recebem a fórmula no Estado.
A Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa) esclarece que recebe o medicamento via Ministério da Saúde, que fez seu último repasse em janeiro deste ano. O total enviado, segundo a Secretaria da Saúde do Estado do Ceará, equivale a apenas 30% do total de atendimento do Estado, o suficiente para atender somente um mês.Por nota, o órgão disse que, segundo informações do Ministério da Saúde, a entrega do Imatinive está prevista para a primeira semana de maio.

Ceará Agora

CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: