Serviço de internet por satélite deve chegar a 60% das cidades no CE


Áreas não atingidas ou mal-atendidas pelas tecnologias mais tradicionais de cabo ou fibra ótica no Estado são o alvo da Yahsat, que, através de parcerias com empresas locais, começou a operar no Ceará em fevereiro.
Àreas no Ceará que ainda não são completamente abastecidas ou mal-atendidas pelos serviços de empresas de cabos e fibra ótica terão em breve a opção de se conectar à internet por satélite. Com o início das atividades da Yahsat em cerca de 106 municípios em fevereiro, a empresa tem a expectativa de levar conexão de internet por satélite para até 60% de todas as cidades cearenses.

Segundo Eduardo Guedes, diretor de marketing da Yahsat, que iniciou as atividades em novembro do ano passado no Brasil, o planejamento para entrada no mercado cearense em fevereiro se baseia em uma rede de parcerias para chegar ao maior número de cidades possível.

O foco é atender as áreas que estão sendo mal cobertas pelas tecnologias mais usuais, como os cabos e a fibra óptica. Segundo Guedes, 75% dos consumidores no Ceará contrataram um serviço de até 12 megabytes de velocidade de internet. Desse total, 30% acessam a rede por uma conexão de até 2 megabytes. Além de oferecer opções de conexões com mais velocidade, a empresa foca em disponibilizar serviços mais estáveis em determinadas regiões do Estado.

"A gente entra visando a internet via satélite, um dos serviços mais modernos do mundo, para conseguir atingir áreas que são mal-atendidas ou não atingidas pelas tecnologias de cabo. Nas metrópoles, você tem muita cobertura por fibra, mas no interior você tem pouca cobertura e em alguns pontos a conexão não é tão boa, com instabilidades. Nossa intenção é chegar nesses pontos", destaca Guedes.

Por esse motivo, o diretor de marketing acredita que a Yahsat terá êxito no Ceará, já que a empresa não deverá entrar em concorrência direta com as provedoras de banda larga que oferecem os serviços a cabo e fibra óptica.

Ao todo, a Yahsat investiu cerca de US$ 200 milhões para viabilizar a infraestrutura e os equipamentos "Hoje, a tecnologia por satélite massificou o uso da internet. Antes era muito caro, mas com o avanço da tecnologia, conseguimos oferecer esse serviço para uso doméstico por um preço acessível e com mais estabilidade do que o cabo".

Os preços partem do valor promocional de R$ 119,90 nas seis primeiras parcelas, válida para a opção de 6MB de velocidade e franquia de 20 GB.

Parcerias
Para operar no Ceará, a Yahsat está buscando pequenos provedores locais já bem estabelecidos na região para criar uma rede de colaboradores. Com o cadastro de 30 empresas até agora, a expectativa é fazer mais 30 acordos de parceria, totalizando 60 empresas para trabalho conjunto no Ceará. A viabilização do processo deverá contar com um treinamento e concessão dos equipamentos, pela Yahsat, para as empresas locais. "Todas as cidades são estratégicas para nós e estamos buscando demandas reprimidas no Ceará", destaca o diretor de Marketing.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: