Camilo sinaliza para que Eunício integre sua futura equipe

O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, não vai deixar de lado a política, como chegou a apregoar após ter sido derrotado em seu projeto de reeleição.

A partir de fevereiro, ele reassumirá a presidência regional do MDB e iniciará um trabalho de reestruturação partidária, de olho na disputa de 2020. E tem mais: amigo, mais do que nunca, do governador reeleito Camilo Santana (PT), poderá, se quiser, estar na equipe do Palácio da Abolição a partir de 2019.

Camilo sinalizou convite para que Eunício assuma o comando do escritório de representação do Ceará em Brasília. Ao contrário do que muitos possam pensar, o senador, embora tenha apoiado Fernando Haddad para presidente, conta com amigos próximos dentro da futura esfera de poder de Jair Bolsonaro (PSL).

Por aqui, na campanha de segundo turno, o presidente em exercício do MDB, Gaudêncio Lucena, mergulhou, com apoio logístico, inclusive, na campanha de Bolsonaro que conseguiu até ampliar sua votação na Capital.

Fonte: Blog do Eliomar de Lima
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: