João de Deus se entrega à polícia e é preso em Goiás


O médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, se entregou à polícia neste domingo (16), em uma estrada de terra em Abadiânia, em Goiás.
João de Deus, médium acusado de abuso sexual (Cesar Itiberê/Fotos Públicas)
A prisão preventiva foi decretada após denúncias de 335 mulheres, em três estados do Brasil mais o Distrito Federal e seis países, de que o médium teria praticado abuso sexual contra elas.
A informação da prisão do médium foi confirmada pelo advogado criminalista Alberto Toron, que representa o médium.
Em vídeo do momento da prisão publicado pelo jornal Folha de S.Paulo, João de Deus disse: “me entrego à Justiça divina e à Justiça da terra”.
João de Deus era considerado foragido da polícia, que fez buscas em diversos endereços para tentar localizá-lo, sem sucesso. Ele tinha que ter se entregado até o meio-dia de ontem.
A prisão foi pedida após a confirmação de que o médium movimentou 35 milhões de reais de suas contas bancárias nesta semana, dinheiro que poderia ser usado para uma eventual fuga ou ainda o pagamento de eventuais indenizações às vítimas.
G1.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: