Altaneira,CE: Prefeito esclarece polêmicas envolvendo compensações do FUNDEF

Dariomar Rodrigues, prefeito de Altaneira
Algumas informações que circulavam nas redes sociais e em toda a região da cidade de Altaneira, no Cariri, davam conta de que o prefeito da cidade, Dariomar Rodrigues, estaria retendo os precatórios relativos as compensações do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF). Em entrevista ao portal concedida ao jornalista César Venâncio, Dariomar esclareceu os motivos desta retenção.
De acordo com o prefeito, os recursos oriundos do Ministério da Educação sobre a denominação de precatórios do FUNDEF encontram-se em uma conta bancária da Secretaria de Educação. Ele esclarece ter a convicção de que o município de Altaneira tem documentos, votação do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal de Contas da União (TCU) que pedem para manter esses recursos em conta e esperar uma decisão final. “Nós estamos aguardando o resultado, os professores de Altaneira no seu legítimo direito (e eu concordo) entraram na justiça no Fórum vinculado à Nova Olinda, e isso vai ser decidido judicialmente. Eu preciso dessa decisão pare ter uma segurança jurídica, se tem que pagar ou se esse dinheiro deve ser investido, em sua integralidade, na educação, em escolas, em melhorias para professores, como diz esse documento do TCU. Essa verba está em torno de R$ 4.300.000 (4 milhões e 300 mil reais). Entendo que os professores têm o direito de procurar na justiça por esse recursos, porque como eles mesmos falam, eles já trabalharam e já deveriam ter recebido este recurso”, afirma.
Dariomar Rodrigues explica que necessita de compreensão, e que está agindo com cautela, pensando em todos os cidadãos de Altaneira. Para ele, o desejo é que as decisões judiciais aconteçam o quanto antes. “Eu quero que me entendam que, como prefeito deste município, eu tenho que zelar por todos os cidadãos e por todas as finanças. Eu espero que essa conclusão seja tomada pela justiça, pelo STF, pelo TCU,o mais rápido possível para que não cause mais danos à sociedade, sobre tudo pela visão educacional dessas crianças que precisam de escolas com melhor amparo, com equipamentos como auditórios, refeitórios, laboratórios, sala para professores, para que tenhamos  escolas realmente da comunidade”, explica.
Sobre as estruturas na educação, o gestor reconhece a parceria com a Fundação Furtado Leite. “Todos sabem que ainda temos prédio da fundação Furtado Leite. Quero parabenizar o César Tavares, presidente da fundação, e o meu amigo e ex-deputado federal Antônio dos Santos, que está à frente também desta instituição, por ter nos ajudado tanto em Altaneira. Peço que a sociedade entenda que, ainda hoje, a escolinha Fausta Venâncio e a escola Joaquim Rufino são prédios dessa fundação que tanto contribuíram já para a nossa sociedade , tanto na área da educação, quanto culturalmente e socialmente”, disse o gestor.
Professores beneficiados 
Dariomar Rodrigues ressalta que, de qualquer forma, a destinação dos recursos irá beneficiar os professores.”Se forem beneficiados com a decisão judicial desse dinheiro ser rateado entre eles, eles serão beneficiados diretamente. Se for um recurso que seja destinado para as escolas do município, o professor também será beneficiado. Aqui em Altaneira, já estamos investindo em escola de tempo integral. Mas para isso, temos que ter o prédio da escola que caiba todas as crianças, que tenha refeitório, que tenha laboratório, e para isso temos que ter recursos para dar esse grau de satisfação tanto para professor, aluno e funcionário da educação para que tenhamos um resultado final que é a aprendizagem do aluno” afirma.
O prefeito afirma que tem sofrido perseguição, mas que tem trabalhado em benefício da população. “Estou com a consciência tranquila, fazendo o dever de casa. Estou sendo perseguido por conta de precatório? Sim. Estou sendo perseguido por conta da inveja de algumas pessoas ? Sim. Mas isso chegou o tempo e a hora de falar. Como diz em Eclesiastes ‘para tudo na vida tem um tempo’, tempo de calar, tempo de falar, tempo de guerra, tempo de paz, tempo de chorar, tempo de sorrir, então chegou o tempo da administração pública de Altaneira. Porque Altaneira é do Cariri, Altaneira é do Ceará” comentou.
O fato de permanecer com a verba do FUNDEF retida, até que sejam tomadas decisões judiciais, fez com que profissionais da educação ficassem insatisfeitos. Mas Dariomar Rodrigues afirma que compra as “boas brigas” pelo bem do município. “Ou eu invisto na educação ou eu abandono o futuro de Altaneira . É isso que eu quero mostrar ao povo. Comprem as boas brigas para um bom futuro da humanidade. É isso que eu desejo a todos, e que Deus nos abençoe” concluiu.
Rede A Notícia do Ceará.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: