Camilo divulga ações para combater coronavírus e libera R$ 45 milhões para prevenção e tratamento da doença


O Governo do Ceará anunciou a liberação de 45 milhões para prevenção e tratamento de “eventuais casos de coronavírus” que podem ocorrer no Estado. Dinheiro será destinado a ações como compra de material de diagnóstico e suplementação de insumos hospitalares para tratamento de pacientes. Medida faz parte de 9 ações contra a patologia no Estado, divulgadas pelo governador Camilo Santana, nesta quinta-feira, 12, em sua página no Facebook.
Camilo Santana divulgou 9 ações tomadas pelo Estado contra coronavírus (Foto: 02 16:24:46)
 Camilo pontua em postagem que Ceará não tem caso confirmado, mas que já está se preparando para possíveis confirmações. Além do dinheiro disponibilizado, também será realizado a ampliação de leitos de retaguarda e de UTI, a preparação de equipamentos estaduais de saúde, treinamento e orientação das unidades hospitalares, acompanhamento dos casos e disponibilização de equipes de saúde para realização de triagem nas visitas a unidades prisionais.

No último balanço divulgado pela Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), na tarde desta quinta-feira,12, Ceará seguia com 20 casos suspeitos. Fortaleza é o único Município do Estado que apresentou plano de contingência para o combate do Coronavírus. De acordo com recomendações da Sesa, é cada cidade deve avaliar suas condições internas e montar medidas específicas de acordo com as demandas da região.

Medidas divulgadas para combate o coronavírus no Ceará


1. Liberação pelo Governo do Estado de R$ 45 milhões para todas as ações necessárias pela Secretaria da Saúde do Estado, como compra de material de diagnóstico e suplementação de insumos hospitalares para tratamento de pacientes.
2. Ampliação de leitos de retaguarda e de UTI para enfrentamento da crise. De imediato serão 200 enfermarias e 30 leitos de UTI.
3. Preparação de 14 equipamentos estaduais de saúde para atendimento de pacientes, sendo 5 hospitais em Fortaleza, 3 hospitais regionais e 7 UPAS.
4. Treinamento e orientação das unidades hospitalares públicas e privadas do Ceará.
5. Acompanhando dos casos suspeitos informados à Sesa através de suas equipes.
6. Disponibilização de canais de comunicação para a população e para os profissionais de saúde. Disponibilização de cartilhas de orientação sobre o Covid-19 no site da Sesa.
8. Divulgação diária (17h) de boletim informativo sobre a situação epidemiológica e as medidas adotadas pelo estado.
9. Disponibilização de equipes de saúde para triagem nas visitas das unidades prisionais.

O Povo 

CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: