PM mata mulher com arma da corporação e depois comete suicídio

Suelma Sousa, 32 anos foi morta com dois disparos de arma de foto de um homem identificado como Daniel Piauí, policial militar. O crime ocorreu na manhã da última quinta-feira (09), em Osasco, São Paulo.


Após cometer o crime, o homem tirou a própria vida. Suelma e Daniel tinham um relacionamento e são pais de um menino, que não estava na casa no momento da discussão.
A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que a arma usada no crime pertence à Polícia Militar, e que Daniel entrou recentemente na corporação. O caso foi registrado como feminicídio no 10º Distrito Policial de Osasco.
Fonte:Metrópoles.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: