Governo do Ceará capacita municípios para criação de políticas públicas para pessoa idosa

O Ceará é o estado brasileiro com mais municípios discutindo políticas públicas para a pessoa idosa. Atualmente, 129 municípios cearenses já aderiram ao projeto federal Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa (Ebapi), ação para estimular atividades voltadas para a pessoa idosa no País. Até dezembro, o segundo estado com maior adesão era Minas Gerais, com apenas 48 de seus 853 municípios participando do projeto.
Representantes dos 129 municípios estiveram reunidos na semana passada, sendo capacitados a realizarem um diagnóstico sobre as políticas já executadas nas cidades. O treinamento foi realizado pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) e vai orientar sobre a escuta feita nas cidades com as pessoas idosas inscritas no CadÚnico.

Dados do IBGE indicam que, no Ceará, mais de um 1,23 milhão de pessoas estão acima dos 60 anos de idade. Isso representa 13,7% da população total do Estado. O Brasil tem, atualmente, uma população idosa de 29,6 milhões de pessoas. Desse total, seis milhões constam no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: