Ceará não tem mais leitos de UTI disponíveis

O sistema de saúde do Ceará entrou em colapso total. No Estado nordestino todos os leitos de UTI estão ocupados e 48 pessoas com suspeitas de covid-19 estão na fila de espera desde a manhã desta quinta-feira (16). A informação é da secretária executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde (Sesa).
Reprodução
Até a noite desta quarta-feira (15), o Ceará tinha 169 pessoas hospitalizadas nessas Unidades. Do total, 133 estavam internadas em Fortaleza. O perfil de maior gravidade de pacientes com covid-19 demanda maior estrutura especializada. Cada paciente fica, em média, de 7 a 14 dias nesses leitos.
“A pressão assistencial, independente dos números, é muito grande sobre os leitos de UTI porque não conseguimos abrir todos os 800 leitos que a gente projetava. Nossos respiradores não foram entregues, e estamos com muitos problemas em relação a isso. Nesse momento, apesar de não estarmos no pico esperado da epidemia, estamos com leitos de UTI em ocupação máxima”, explica Magda.
As projeções matemáticas utilizadas pela Pasta também revelam que a ocupação das UTIs foi atingida uma semana antes do esperado. “Se pegarmos todos esses modelos, nossos números reais estão sempre um pouquinho maiores do que o computador calculou, e isso acaba preocupando a gente”, afirma a secretária executiva do Ceará. 
Fonte: Diário do Nordeste
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: