Bebê declarado morto é encontrado chorando no necrotério por agente funerário

Bebê de 48 dias foi declarado morto pelo hospital da Unimed, vítima de broncoaspiração, no último domingo (12), em Foz do Iguaçu, no Paraná. Porém, para surpresa de todos, a criança foi encontrado chorando no necrotério do hospital por um agente funerário.
Polícia vai averiguar se houve 'milagre' ou erro médico. | Reprodução Arquivo Pessoal
De acordo com a imprensa local, o agente responsável por recolher o cadáver encontrou o menino cinco horas após ser declarado morto no hospital. Logo após o ocorrido, a Unidade de Saúde informou os familiares da criança. E resolveram transferir o bebê para o hospital Ministro Costa Cavalcanti, onde foi internado na UTI. Porém, apesar de todo esforço, o bebê acabou morrendo na segunda-feira (13), após duas paradas cardíacas.
Segundo a mãe Gabriela, Theo foi levado para o hospital Unimed por sentir desconforto abdominal e refluxo após ingerir uma fórmula à base de leite em pó, receitada pelo pediatra para ajudar a ganhar peso. Depois disso, a equipe médica tentou fazer a reanimação de Theo por 40 minutos, mas acabou declarando a morte do bebê.
A Polícia Civil tomou conhecimento do caso e promete apurar o que ocorreu com o bebê.
A Unimed Foz do Iguaçu informou que o caso é inédito e colabora com as investigações. No entanto, destaca a importância da elucidação dos fatos para evitar julgamentos precipitados. A unidade prometeu toda a assistência para a família do garoto Théo.
Com informações Top Mídia News
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: