Bolsonaro é aprovado por 31% dos brasileiros, diz pesquisa CNI/Ibope


A popularidade do presidente Jair Bolsonaro está em trajetória de queda. O porcentual de pessoas que avaliavam o seu governo como ruim e péssimo oscilou para 34% em setembro – em junho, era 32%, e em abril, 27%. Por outro lado, a taxa de quem considera a sua gestão ótima ou boa diminuiu para 31% – em junho, era 32%, e em abril, 35%. Já quem classifica a administração como regular ficou em 32% – em junho, 32%, e em abril, 31%.

Os dados são da mais nova pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta tarde de quarta-feira. A pesquisa foi feita entre os dias 19 e 22 de setembro, com 2.000 pessoas em 126 municípios.
]
As oscilações deste mês ocorreram dentro da margem de erro, de dois pontos para mais ou para menos, mas, se comparadas com os dados dos últimos estudos, percebe-se que há uma tendência de queda na aprovação do governo Bolsonaro.

A avaliação negativa ao governo se repete em outras questões feitas pelo Ibope. Por exemplo, 55% desaprova a maneira como Bolsonaro governa, enquanto 44% a aprova. Em junho, os porcentuais eram de 48% e 46%, respectivamente. Sobre se confiam ou não no presidente, 55% dos entrevistados responderam que sim, enquanto 42% disseram que não. Em junho, as taxas estavam em 51% e 46%.

Ainda de acordo a pesquisa, o índice de brasileiros que considera Bolsonaro melhor do que seu antecessor, o ex-presidente Michel Temer, caiu de 47% para 43%. Trinta e três por cento consideram que os dois governos são iguais, e 20% declararam que a atual gestão é pior do que a de Temer – ante 17% na última pesquisa, feita em junho.

(Veja Online/Foto – Agência Brasil)
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: