Cabral vai delatar

Sérgio Cabral, que sempre negou ter recebido propinas, agora quer fazer uma delação premiada. O ex-governador deu uma procuração para seu advogado iniciar uma negociação com o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro e com a PGR, publica O Globo.
“O cardápio inicial inclui o Judiciário — tanto o Tribunal de Justiça do Rio quanto o STJ — ex-chefes do MP fluminense, as jogadas nebulosas da Copa do Mundo e da compra de votos para a Olimpíada de 2016, além de detalhamentos de fatos já narrados em outras colaborações”.

O Judiciário treme. 
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: