PT cearense lança Lula pré-candidato à Presidência

Ato do PT chama a militância do partido a apoiar a candidatura de Lula (Foto: Mauri Melo)
Militantes do PT se reuniram no início da noite de ontem, na Praça da Gentilândia, no Benfica, para ato de lançamento da pré-candidatura de Lula à Presidência da República. As mobilizações em torno do nome do PT que lidera as pesquisas de intenção de voto para o Palácio do Planalto se reverberaram em diversos municípios do País, e deve se repetir hoje com grandes atos em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Entre ontem e hoje, atos em pelo menos 24 estados da Federação são esperados como parte dos eventos que devem consolidar o ex-presidente como pré-candidato do PT para a disputa eleitoral de outubro.

Preso desde o dia 7 de abril, após condenação no caso do triplex do Guarujá, o ex-presidente Lula terá a candidatura lançada em agosto, segundo defende o partido.

Participando do ato em Fortaleza, o presidente estadual da legenda no Ceará, deputado estadual Moisés Braz, disse que o evento realizado ontem teve o objetivo de “anunciar para a militância que Lula será o candidato nas eleições de outubro” e que a mobilização é uma forma de “sentir que a militância está firme e que o partido está unificado em torno da candidatura de Lula”.

O senador José Pimentel (PT) afirmou que os atos em apoio ao ex-presidente são uma forma de “trazer o debate” em atos de pré-campanha. “Ao mesmo tempo temos que deixar claro que o Partido dos Trabalhadores tem candidato a presidente da República e esse candidato é Luiz Inácio Lula da Silva”.

“Hoje o maior inimigo da candidatura do Lula é a dúvida se ele pode ser candidato. Tudo o que a gente faça para quebrar essa dúvida é bom”, declarou o deputado estadual Elmano de Freitas (PT).

O parlamentar destacou que os diversos atos pelo País vão consolidando a posição da candidatura e “espalhando no povo e dando segurança de que ele é o o candidato”. O ato, que se iniciou por volta das 17 horas, contou com a atração musical Banda Renegados. A deputada federal, Luizianne Lins (PT), ex-prefeita de Fortaleza, esteve presente.

A ausência sentida foi a do governador Camilo Santana (PT), que está em viagem pelo Cariri. O chefe do Executivo estadual tem defendido a unidade pelo nome de Ciro Gomes (PDT) para o Palácio do Planalto, já que a situação do ex-presidente Lula é incerta judicialmente em relação à liberação do registro da candidatura.

O presidente do PT, no entanto, disse que Camilo não chegou a ser convidado para o ato de ontem.

Com informações portal O Povo Online
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: