não mexer

header ads

‘O senhor é um padre de festa junina’, diz Soraya a Kelmon.

Em mais um momento tenso do debate desta quinta-feira 29, a senadora Soraya Thronicke, candidata à Presidência pelo União Brasil, entrou em confronto direto com Padre Kelmon (PTB). No primeiro bloco, ao comentar a pandemia da Covid-19, ela perguntou se o aliado de Jair Bolsonaro (PL) não teria “medo de ir para o inferno”.

“Vocês falam tanto de Covid, Covid, Covid. Só se morre de Covid neste País? Só se morre de Covid no mundo? São falácias, falácias e falácias. Medo de ir para o inferno eu não tenho, porque todos os dias eu morro um pouquinho de mim mesmo para viver o Evangelho, coisa que a senhora não sabe o que é. Se a senhora soubesse o que é, a senhora não estava desrespeitando um padre”, alegou Kelmon.

No segundo bloco, Soraya retomou o embate.

“Não mandei o senhor para o inferno, perguntei se o senhor não teria medo de ir ao inferno”, respondeu a candidata do União Brasil. “Sobre imposto único, vi que o senhor não estudou. Parece mais o seu candidato, que é ‘nem, nem’ – nem estuda, nem trabalha. O senhor é um padre de festa junina. Não sabem nem o que é direita, nem o que é esquerda.”

Pouco antes, Kelmon havia sugerido que ele e Jair Bolsonaro (PL) seriam os únicos candidatos de direita. Ou seja, Simone Tebet (MDB), Soraya e Luiz Felipe D’Ávila (Novo) seriam de esquerda.

Postar um comentário

0 Comentários