não mexer

header ads

LUTO! Avião de Marília Mendonça foi interceptado pela Anac em 2018.

A cantora Marília Mendonça já voou em 2018 em um avião interceptado por fazer táxi-aéreo clandestino. Em maio daquele mesmo ano, a Agência Nacional de Ação Civil (Anac) interceptou um avião que transportava a cantora e a equipe no aeroporto de Jundiaí (SP). 

Marília Mendonça era um dos passageiros do avião que caiu nesta sexta-feira (5/11) em Caratinga, Minas Gerais.

Reprodução/Instagram

Naquela época, a Anac deflagrou uma operação de combate ao serviço de táxi-aéreo clandestino em Jundiaí (SP), onde a artista faria um show com a dupla Maiara & Maraísa. Segundo a agência, a empresa dona do avião não tinha autorização para fazer táxi-aéreo e não poderia cobrar pelo serviço. 

Nesta sexta-feira (05/11), Marília Mendonça morreu em um acidente aéreo próximo ao Aeroporto de Uboparanga (MG).

 

Com informações Metrópoles


Postar um comentário

0 Comentários