não mexer

header ads

Defesa de Pedro Bezerra ira propor embargos de declaração para reverter cassação no TRE

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu ontem (25) por cassar o mandato do deputado federal Pedro Bezerra (PTB), de Juazeiro do Norte. A ação trata-se de uma denúncia de irregularidades ocorridas ainda em 2018. Os desembargadores entenderam que, à época, foi usada a estrutura da Secretaria de Educação para a campanha de Pedro, e consequentemente para elegê-lo.

(Foto: Reprodução)

Em contato com o Site Miséria, a defesa do deputado argumento que irá analisar a decisão e “propor embargos de declaração com efeitos modificativos no que pertine à cassação do diploma”. Para o advogado Boaventura, “há uma contradição entre o reconhecimento de que o deputado não participou não anuiu com nenhuma conduta vedada, que possa ter eventualmente ocorrido, reconhecida pelo TRE”.

“Tudo considerando que a cassação não pode ser automática, em caso de ato se terceiro, conforme entendimento vasto da doutrina e jurisprudência do TSE”, diz ainda.

Em tempo

A Secretária de Educação Maria Loureto de Lima, na mesma condenação do TRE, tornou-se inelegível por oito anos, a partir da eleição de 2018. Isso porque o pleno considerou que, na condição de chefe da pasta e coordenadora de campanha, ela agiu utilizando a estrutura da secretaria durante o pleito.

MISÉRIA.

Postar um comentário

0 Comentários