Militar surta, faz mulher refém dentro da própria casa e acaba morto

Um policial militar acabou sendo morto após ter um surto psicótico e fazer a esposa de refém dentro do próprio apartamento. O agente teria feito diversos disparos de arma de fogo durante a ação. O crime ocorreu na madrugada desta quinta-feira (14), no Distrito Federal.

Estacionamento do prédio onde ocorreu a situação

 Estacionamento do prédio onde ocorreu a situação | Reprodução 

O homem foi contido pelo grupo tático do Batalhão de Operações Especiais (Bope). De acordo com o major da Polícia Militar do DF Lúcio Flávio, os agentes agiram em "legítima defesa". 

O militar era tenente da reserva e tinha 69 anos. Ele e a esposa moravam há um certo tempo no imóvel. A mulher é síndica do prédio. 

Segundo os vizinhos, cerca de quatro tiros foram disparados dentro do apartamento, ainda durante a noite da última quarta-feira (13). 

Com informações do Metrópoles


CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: