Cratense foi morta a tiros no interior de uma pousada na madrugada de hoje

Um crime misterioso foi registrado na madrugada desta terça-feira no quarto de uma pousada que funciona ao lado de um posto de combustível no município de Marizópolis (PB). A jovem Lúcia Suellen da Silva Sampaio, de 29 anos, nasceu em Crato na região do Cariri no dia 27 de fevereiro de 1991 e era filha de Maria do Socorro da Silva e Luiz Edson Sampaio, constando como seu último endereço o bairro Siqueira em Fortaleza.
Cratense foi morta a tiros no interior de uma pousada na madrugada de hoje
Lúcia Suellen foi morta a tiros nesta madrugada (Reprodução/Redes sociais) - FONTE MISÉRIA.
Existem informações que a mesma trabalhava como cabeleireira e estava há três dias ali hospedada com um homem que não foi localizado pela polícia paraibana. Lúcia Suellen foi executada com três tiros pelo homem que fugiu logo após os disparos, segundo testemunhas que trabalham no estabelecimento e ouviram os estampidos de arma de fogo.
O corpo da jovem foi recolhido pelo rabecão e levado para necropsia no Instituto de Medicina Legal (IML) de Cajazeiras (PB), município próximo que fica situado a uma distância de apenas 26 Km em relação a Marizópolis, onde tudo aconteceu. O caso está sendo investigado pela polícia e existem informações ainda não confirmadas de que houvera discussão entre os dois antes dos disparos.  F
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: