Bolsonaro diz que não pode ser ameaçado e seria um golpe isolar o presidente

O presidente Jair Bolsonaro acusou nesta segunda-feira (16) a cúpula do Poder Legislativo de ter iniciado contra ele uma "luta de poder" e ressaltou que seria um golpe de estado isolá-lo.
 José Cruz/Agência Brasil


 Em entrevista à Rádio Bandeirantes, de São Paulo, ele disse que tem sido ameaçado "o tempo todo" e que não existem hoje elementos para a abertura formal de um processo de impeachment contra ele.
"Não pode um chefe do Poder Executivo viver ameaçado o tempo todo", afirmou. "Seria um golpe isolar o chefe do Poder Executivo por interesses outros que não sejam os republicanos", afirmou.

FOLHAPREES

CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: