"Perdoei porque amo", diz vitima que beijou réu em tribunal

Uma foto do beijo entre Micheli Schlosser, de 25 anos, e Lisandro Rafael Posselt, de 28, viralizou nas redes sociais na última terça-feira (28). O beijo foi dado em meio ao julgamento de uma tentativa de feminicídio. Micheli, a vítima; Rafael, o réu. 
Ele nunca tinha me agredido", disse a vítima, no tribunal. (Reprodução)
Durante o julgamento, a jovem pediu autorização ao juiz para abraçar e beijar o agressor, que disparou cinco tiros contra ela em agosto do ano passado. O crime ocorreu no Centro de Venâncio Aires, na época em que os dois mantinham um relacionamento.
A mulher declarou ainda, em plenário, que tudo ocorreu após ela o ter “provocado”. “Ele nunca tinha me agredido, sempre foi muito bom para mim e já pagou pelo erro dele”, disse aos jurados.
Mas a tentativa da moça não comoveu o júri, que às 16 horas, decidiu pela condenação do Rafael a sete anos em regime semiaberto, cinco pela tentativa de feminicídio e dois por porte ilegal de arma.
O réu, que fará uso de tornozeleira eletrônica, terá o direito de recorrer da sentença em liberdade e não teve que retornar à Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva) ele estava preso desde agosto de 2019, alguns dias após o crime.
“Ele nunca tinha me agredido", disse a vítima, no tribunal. (Reprodução)
Em entrevista a Gazeta do Sul  , a vítima revelou que perdoou o namorado porque o ama muito. "Nós vamos conversar e se der tudo certo a gente vai voltar e tudo vai ser como antes. Eu amo ele e já o perdoei", declarou.
Gaz.com
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: