Homem é detido após matar a tiros cachorro que mordeu criança em Lavras da Mangabeira; e em Crato, cavalo é agredido a golpes de facão

Um homem de 33 anos foi preso suspeito de matar um cachorro com disparos de arma de fogo, no município de Lavras da Mangabeira, no Cariri. O fato ocorreu nesse sábado, 11, após uma ação da Polícia Militar do Ceará (PMCE), por meio do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio). De acordo com as informações repassadas à equipe policial, o indivíduo cometeu o crime após o animal morder o seu filho, de cinco anos. 


Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social e Defesa Social (SSPDS), os policiais militares foram acionados pelo dono do cachorro, que reside na casa vizinha. Na denúncia, a pessoa afirma que o acusado entrou pelo quintal do imóvel e atirou contra o animal. “Os policiais foram até a residência do autor, no distrito de Iborepi. O suspeito confessou e disse que cometeu o crime, após o animal, que estava com suspeita de calazar, morder o seu filho”, diz a nota enviada pela pasta. 

A arma utilizada, um pistolete, foi apreendida. O caso foi levado à Delegacia Regional de Icó. Lá, o suspeito foi autuado por posse irregular de arma de fogo e por crime ambiental. Após pagamento de fiança, ele foi liberado. De acordo com a Secretaria, o crime só configura estado de necessidade caso o homem tivesse matado o animal no momento em que ele estivesse mordendo a criança.

CRATO
Na cidade do Crato, um cavalo foi encontrado na manhã deste domingo, 12, lesionado com um golpe, provavelmente de facão, no bairro Lameiro. A Associação Defensora dos Animais Carentes (ADAC) foi acionada e esteve no local adotando os procedimentos de sua competência. Imagens de câmeras de vigilância estão sendo analisadas pela polícia para tentar identificar os infratores.

(Fontes: O Povo e Caririceara.com)

CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: