Homens do exército disparam cerca de 80 tiros contra carro e matam músico

Um homem identificado como Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos, morreu e outras duas pessoas ficaram feridas em uma ação do Exército na região da Vila Militar, na Zona Oeste do Rio, no final da tarde do último domingo (7). O carro do músico teria sido confundido com de assaltantes.

Segundo informações dos peritos da Delegacia de Homicídios, os militares dispararam cerca de 80 vezes contra o carro em que estava Evaldo e a família. O sogro da vítima também foi baleado e precisou ser levado as pressas para o hospital mais próximo.

De acordo com a Polícia Civil, cinco pessoas estavam no interior do veículo, a família estava a caminho de um chá de bebê. A esposa e o filho de Evaldo e uma mulher não sofreram ferimentos. Uma pessoa que passava no local, no momento dos disparos, também ficou ferida.
Evaldo era músico  (Foto: Reprodução/Facebook)

O delegado responsável pelo caso, informou que os militares envolvidos na ação foram ouvidos em uma delegacia militar.

Já o Comando Militar do Leste (CML) primeiro negou ter atirado contra uma família e disse ainda ter respondido a uma ação de assaltantes. Em outra nota enviada para a imprensa, a CML informou que o caso está sendo investigado pela Polícia Judiciária Militar com a supervisão do Ministério Público Militar.
Em entrevista à imprensa local, uma amiga da família contestou a versão do Exército e afirma que os militares não fizeram nenhuma sinalização antes de abrir fogo contra o veículo. 

Com informações do site (DOL)

CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: