Sobe para 14 o número de mortos em tentativa de assalto a bancos em Milagres

Sobe para 14 o número de mortos natentativa de ataque a dois bancos no município de Milagres, sul do Ceará.
 (Foto: O Kariri)
A morte de dois suspeitos, um da cidade de Brejo o outro do município de Barro foi confirmada pela reportagem do Sistema Verdes Maresno início da noite desta sexta-feira (7).

Dos 14 mortos, 8 são suspeitos e 6 são reféns, sendo cinco da mesma família. As vítimas foram abordadas pelos suspeitos quando voltavam do Aeroporto de Juazeiro do Norte e seguiam pela BR-116 para Serra Talhada, em Pernambuco.

A sexta vítima vinha em um segundo carro interceptado pelos criminosos. Francisca S. 49 anos, morreu durante o tiroteio em frente às agências bancárias.

Prisões

Três pessoas foram presas suspeitas de envolvimento na ação. Um casal que foi encontrado em uma chácara onde os assaltantes ficaram alojados desde quarta-feira (5) e um homem preso em um posto de gasolina estão detidos na delegacia de Brejo Santo. Segundo a polícia, o bando que estava na chácara visitou a cidade de Milagres em dois carros para fazer um levantamento inicial do local do crime.


A tentativa de ataque

Conforme nota divulgada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE), um grupo fortemente armado chegou à cidade durante a madrugada desta sexta-feira (7) e seguiu para o Centro, onde tentaram assaltar duas agências bancárias. Houve confronto entre suspeitos e policiais de equipes do Grupo de Ações Táticas Especial (Gate), do Comando Tático Rural (Cotar), da Força Tática (FT) e do Batalhão de Divisas – da PMCE – e da delegacia de Brejo Santo. 

Além disso, uma equipe da Delegacia de Furtos e Roubos (DRF) foi acionada para o local da ocorrência. Uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também foi destacada para auxiliar nas buscas aos criminosos. 

"É estranho um refém de madrugada", diz governador 

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, afirmou na manhã desta sexta-feira (7) que não se deve fazer um julgamento antecipado da ação policial que impediu um ataque aos dois bancos em Milagres. "É muito difícil, de longe, fazer um julgamento sobre a ação dos policiais no meio de um tiroteio", disse.

Para o governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, o trabalho dos policiais foi cumprido, já que os assaltos às agências bancárias não foram concretizados. "O fato é que estavam preparados para assaltar dois bancos e não conseguiram assaltar nenhum", disse, citando que a operação conjunta envolveu as polícias do Ceará e Pernambuco. 

Quando perguntado sobre a atuação dos policiais em Milagres, Camilo disse: "é estranho um refém de madrugada no banco. Vamos aguardar essa investigação"


Fonte: Diário do Nordeste.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: