Potengi com chuvas ocasionadas, confira aqui as maiores chuvas dos últimos 10 dias

A Zona de Convergência de Umidade, fenômeno meteorológico que ocorre na Bahia, trouxe chuvas intensas para cidades do Ceará, principalmente, no Cariri. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos, o fenômeno é responsável pelas maiores precipitações registradas em seis municípios do Cariri nos últimos 10 dias. Pluviômetros de alguns moradores da região marcaram precipitação de até 160 milímetros.  

No município de Cedro, incluído na Região Cariri segundo classificação da Funceme, ocorreram chuvas de 150 milímetros, e um açude sangrou. Em Lavras da Mangabeira, as precipitações chegaram a 97,73 milímetros. Barro (85,6 mm), Santana do Cariri (96 mm), Granjeiro (80,8 mm) e Caririaçu (72 mm) também tiveram precipitações volumosas.

Segundo o meteorologista da Funceme, Davi Ferran, essas chuvas são comuns nesta época do ano.

“Esse fenômeno se forma no estado da Bahia. Em alguns momentos ele acaba se transferindo principalmente para as regiões do Sul do Ceará como também para a Região do Cariri. O fenômeno também atinge algumas cidades dos estados do Piauí e Maranhão”, explica.

Ferran afirma que, em alguns anos, essas chuvas aparecem mais cedo, no início de novembro e em algumas oportunidades no mês de dezembro. O meteorologista diz ainda que as precipitações em grandes quantidades nesta época não garantem uma boa quadra chuvosa no próximo ano.

As chuvas ocasionaram alagamento nas ruas e enxurradas na zona rural da região, no sábado (24). Na madrugada de domingo (25), em algumas cidades as águas causaram transtornos para a população. No Crato, um buraco se abriu na estrada que liga a Vila Padre Cícero à Vila Planalto, em Juazeiro do Norte.

As chuvas caíram ainda sobre Missão Velha, Farias Brito, Nova Olinda, Altaneira, e nos municípios de Campos Sales e Potengi, no Sertão Central, conforme a Funceme.

Já em Ubajara, na Região da Ibiapaba, houve chuvas de 82,0 milímetros.

Fonte: Diário do Nordeste
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: