O primeiro atrito de Bolsonaro com o MPF

Sobre escolha do próximo Procurador-Geral

Caiu mal no MPF declaração de Jair Bolsonaro (PSL) de que não se comprometerá a escolher o futuro procurador-geral da República através da lista tríplice caso seja eleito presidente. 

O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, que por quatro anos integrou o time da Lava-Jato, disse que “respeitar a lista tríplice é respeitar o Ministério Público”.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: