Ciro vai de Haddad e diz “Ele não, sem dúvidas”


O presidenciável Ciro Gomes (PDT) fez bonito na eleição deste domingo. Terminou em terceiro lugar, com 12% dos votos válidos, e deverá apoiar Fernando Haddad (PT) no segundo turno.

De plano, o ex-ministro descartou a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL). “Ele não, sem dúvidas”, disse Ciro a jornalista acerca do Bozo. Ele afirmou que tem uma “história de vida é em defesa da democracia e contra o fascismo.”

Ciro ganhou a eleição no Ceará, reelegeu o governador aliado Camilo Santana (PT) e elegeu o irmão Cid Gomes (PDT) senador da República.

“Estou cheio de gratidão pelos milhões de brasileiros que aceitaram a minha mensagem. O Ceará me deu uma vitória extraordinária [foi o único estado do Nordeste onde o PT não venceu] e eu vou agora comemorar a vitória do Camilo [Santana, governador], do senador Cid Gomes, que é meu orgulho. E fizemos maioria na assembleia do Ceará”, declarou Ciro.

O segundo turno será disputa por Bolsonaro que obteve 46% dos votos válidos contra Haddad que teve 22%.

O candidato do PT já sinalizou que buscará a formação de uma frente antifascista com, além de Ciro, Guilherme Boulos (PSOL) e Marina Silva (Rede).

CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: