Para Marina, Lula é corrupto e Bolsonaro está desmoralizado

Marina Silva é candidata à presidência pela Rede
Ex-petista e ex-ministra do Meio Ambiente do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por cinco anos, a candidata da Rede à Presidência nas eleições 2018, Marina Silva, disse nesta terça-feira, 11, acreditar que ele é corrupto. Lula está preso pela Lava Jato, condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro.

A candidata afirmou, no entanto, que não é preciso "tripudiar" de presos, e a Justiça deve chegar a outros políticos, como o presidente Michel Temer (MDB) e deputados que cometeram malfeitos.

Marina disse que não pensou em votos quando de sua defesa do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), em 2014. "Apoiei o impeachment por convicção. Houve crime de responsabilidade. Defendi a cassação da chapa Dilma-Temer, porque são farinha do mesmo saco, caroço do mesmo angu. Se tivesse havido nova eleição, o Brasil chegaria melhor a 2018".

'Facada desmoralizou armamentismo de Bolsonaro'

Para a candidata da Rede, a facada no abdômen sofrida pelo candidato do PSL, Jair Bolsonaro, desmoralizou sua defesa de armar a população. "A proposta de Bolsonaro não foi desmoralizada por um discurso, mas por um ato. O ato desmoralizou. Ela não funciona, não funcionou para ele, altamente protegido, por que vai funcionar para a dona de casa?", disse, em sabatina no jornal "O Globo", no Rio.

Terra
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: