Lei da Ficha Limpa é responsável por apenas 1 em cada 38 indeferimentos de candidatura no País

A Lei da Ficha Limpa, na qual está enquadrado o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi responsável, até agora, por apenas 16 do total de 606 indeferimentos de candidaturas pela Justiça Eleitoral, visando o pleito de outubro.

Isso equivale a 2,6% do total de registros indeferido, ou 1 a cada 38, aproximadamente. Segundo dados estatísticos divulgados no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), outros 537 pedidos tiveram como razão para seus indeferimentos, ausência de requisito de registro. Houve ainda 31 impugnações e 21 pedidos de indeferimento de partido ou coligação, além de 1 caso de abuso de poder. O TSE informa também que 167 dos 606 indeferimentos realizados ainda são alvo de recursos e podem ser revertidos em favor dos postulantes a cargos eletivos, caso haja revisão judicial das sentenças inicialmente impostas.

Esse é o caso do próprio Lula, que teve seu pedido de registro de candidatura à Presidência da República indeferido pela Corte, em sessão finalizada no início da madrugada do dia 1º deste mês.

DETALHE
No Ceará, apenas o candidato a deputado federal Macedão (PP) teve candidatura indeferida pela Lei da Ficha Limpa, até o momento.

Fonte: Blog do Edison Silva
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: