PF não deve respeitar decisões sobre Lula sem chancela do STJ, pede PGR


No pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) sobre pedidos de soltura de Lula, o procurador-geral em exercício, Humberto Medeiros, pede para que o tribunal “determine à autoridade policial custodiante do paciente que se abstenha de executar mandados judiciais referentes à liberdade do paciente que não contenham a chancela do Superior Tribunal de Justiça”. A informação é do Antagonista.

Já o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil na Bahia (OAB-BA), Luiz Viana Queiroz, diz ter ficado indignado com o comportamento do Judiciário no caso de Lula neste domingo (8).

Em entrevista ao apresentador José Eduardo, na Metrópole FM, o advogado disse o que pensou sobre o episódio em que três decisões ordenaram a soltura do ex-presidente Lula, mas outras três anularam a mesma decisão.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: