Ceará tem 68 óbitos por Influenza, maior acumulado dos últimos 9 anos


O Ceará atingiu neste ano 68 óbitos por influenza (Síndrome Respiratória Aguda Grave -SRAG), segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). O levantamento é do dia 19 de junho, e mostra que o resultado de 2018 já é o pior dos últimos 9 anos.
De 2009 a 2017, o número de óbitos por Influenza no Ceará foi de apenas 59 casos confirmados. Já de janeiro a meados de junho deste ano, o acumulado é o maior dos últimos 9 anos, revela a Sesa. Foram registrados 130 óbitos, dos quais 52,3% (68) foram por Influenza. Destes, 75% foram causados por H1N1, conforme o Boletim
Ao todo, o Ceará já possui 419 casos confirmados de Influenza em 2018, um número quase quatro vezes maior do que em 2016, o ano que, até então, tinha computado a maior quantidade de casos da doença, com 103 registros no Estado.
Com informações da Sesa.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: