Crise na Igreja. A pedido de padres, bispo do Crato pode ser afastado

A Diocese do Crato, parece fadada ao escândalo. Essa é a avaliação dos católicos mais próximos da Igreja no Cariri. Depois de sucessivos escândalos envolvendo o bispo emérito dom Fernando Panico, agora é a vez do bispo titular dom Gilberto Pastana. Ele enfrenta denúncia feita por um grupo de padres pertencentes a sua Diocese por ter desobedecido uma ordem direta do Vaticano.

Dom Gilberto participou de evento na Loja Maçônica Evolução Nordestina, em Juazeiro do Norte, o que irritou os católicos e gerou a denúncia feita ao Núncio Apostólico no Brasil, que instaurou investigação que pode culminar na intervenção ou substituição do bispo. Dom Gilberto enfrenta ainda outras denúncias como perseguição, desobediência as leis trabalhistas e responsabilidade pela falência da Faculdade Católica.

(Matéria completa no Jornal do Cariri).

Nota de Repúdio

Nós, Clero da Diocese de Crato, manifestamos repúdio diante das matérias veiculadas pelo Jornal do Cariri e o site Ceará News, na manhã desta terça- feira, dia 29 de maio, que tentam, claramente, denegrir a imagem dessa Igreja particular na pessoa do seu pastor diocesano, Dom Gilberto Pastana.

Não é de hoje que esses veículos, usando a comunicação de forma irresponsável, querem suscitar desconfiança e abrir vias de desunião entre nós e os diocesanos. É notório que todo o conteúdo dos textos publicados é composto por informações mentirosas, o que os enquadram no contexto das Fake News, ou seja, notícias falsas, pois a linguagem é vaga e o teor da argumentação dá margem à inverdade.

Como nos alerta o Papa Francisco, em mensagem para o Dia Mundial das Comunicações Sociais 2018, as Fake News são “infundadas, baseadas em dados inexistentes ou distorcidos, tendentes a enganar e até manipular o destinatário. A sua divulgação pode visar objetivos prefixados, influenciar opções políticas e favorecer lucros econômicos”.

A verdade do Evangelho é a nossa força inspiradora. Unidos ao nosso Bispo, nós, Clero da Diocese de Crato, reafirmamos o compromisso de prezar pela comunicação que gera a comunhão e a edificação das pessoas, sobretudo, daquelas que nos são confiadas. Tudo o que foge a essa premissa não pode ser digno de nossa atenção, devendo ser punido e repudiado. Nenhum desses ataques, portanto, ficarão sem respostas.

Mantemos o apoio ao nosso Bispo na certeza de que ele guia a nossa Igreja, fazendo vir a nós o reino de Deus.

Pe. José Vicente Pinto de Alencar da Silva
Vigário Geral da Diocese de Crato

Pe. Vaudênio Nergino Ferreira
Representante do Clero da Diocese de Crato
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: