Doria vira réu e facilita candidatura de Tasso a presidente na vaga de Alckmin

O ex-prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), que deixou o cargo para concorrer ao Governo do Estado, virou réu por ter feito uma Parceria Público-Privada irregular na área da iluminação pública.

Um dia depois de ir a uma rádio e dizer que, ao contrário do governador Márcio França, não respondia a processos, ele virou réu numa ação popular que pede a suspensão da Parceria Público-Privada (PPP) para a troca da iluminação da cidade.

Como o presidenciável Geraldo Alckmin também  deve virar réu, na JBS, os tucanos só teriam um nome limpo e com envergadura política para indicar ao Planalto: o senador cearense Tasso Jereissati.

Em tempo

Caso Tasso seja o escolhido do PSDB, enfrentará na corrida ao Planalto seu ex-pupilo: Ciro Gomes (PDT). Será criador versus criatura.

 Por: Ceara News 7
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: