Empresários pressionam deputados por nova Previdência

A duas semanas da data prevista pelo governo para a votação da reforma da Previdência Social, associações empresariais ligadas à indústria e ao agronegócio resolveram aumentar a pressão sobre os deputados federais. Definiram como alvo cerca de 120 parlamentares que ainda se declaram indecisos sobre a proposta negociada pelo governo com o Congresso Nacional do Brasil. Encerrado o Carnaval, pretendem bombardeá-los com mensagens telefônicas para que aprovem as mudanças nas aposentadorias. A informação é de Daniela Lima, na Folha de S.Paulo desta quarta-feira (14/02).

Jogo combinado
O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf, acertou a iniciativa com o presidente Michel Temer num encontro na semana passada. Prometeu mobilizar centenas de entidades para apelar aos deputados.

Embora até integrantes do governo expressem pessimismo sobre as chances de aprovação da reforma, o engajamento dos empresários é considerado uma cartada importante em ano eleitoral.

A avaliação de aliados de Temer no Congresso é que os empresários têm influência em suas regiões e podem ajudar os parlamentares a financiar suas campanhas, num ano em que não poderão contar com doações das empresas.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: