Número de mortes por coronavírus já se aproxima de óbitos por H1N1


Antes mesmo de completar três meses após o primeiro registro, o novo coronavírus já registra um total de mortes que se aproxima do número de óbitos verificados na pandemia de H1N1 (Influenza A), que durou um ano e quatro meses (2009-2010). A informação é do portal Uol.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o novo vírus provocou pelo menos 14.652 mortes, enquanto que a antiga gripe matou um total de 18.449, ao longo dos 16 meses de surto.

Os números dizem respeito aos óbitos comprovados em laboratório. Portanto, há casos de coronavírus e H1N1 não reportados e o número de mortes deve ser bem superior ao registrado. Com a comparação dos dados, o novo coronavírus apresentaria maior letalidade.

Infectologistas justificam que havia antivirais já desenvolvidos para tratar o H1N1 quando surgiu a pandemia, em 2009. E, como o vírus ainda era mais próximo a outros que já circulavam, a população mundial teria mais imunidade para enfrentá-lo.

Novo coronavírus

A primeira morte em decorrência do novo coronavírus na China foi registrada em 11 de janeiro de 2020. Dois meses depois, mais precisamente em 11 de março, a OMS declarou pandemia da doença.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: